segunda-feira, maio 02, 2011

MÊS MARIANO

Começa em nossa Paróquia o mês dedicado a Maria, com 1ª noite celebrada dedicada aos Trabalhadores de nossa cidade, que veio celebrar junto ao filho e venerar a mãe com grande participação e amor a mãe de Deus
O mês de maio é dedicado, de modo particular, a Nossa Senhora e a todas as nossas queridas mães. Todas as vezes que nos predispomos a falar de Maria nos reportamos sempre à história do amor de Deus por nós. Encontramos na face de Maria a face de um Deus terno e amoroso, a face materna de Deus
A Sagrada Escritura nos apresenta Eva como a mulher que não atendeu ao projeto de Deus e se distanciou da graça (cf. Gn 3), tornado-se a mãe do ser humano decaído. Deus, no entanto, “quis salvar o que estava perdido” (Lc 19,10) e foi ao encontro do ser humano para restabelecer os laços e resgatá-lo das trevas. Maria, deste modo, é o ser humano que colabora com este projeto amoroso de Deus. Nela Deus prepara uma nova Eva, a nova mulher, o novo ser humano. Maria é verdadeiramente precursora da humanidade redimida, pois nela nenhum pecado fez morada.
Dizendo “Fiat” ao projeto de Deus, Maria Santíssima se torna espelho para a humanidade,– uma mostra do poder e da graça do Deus Altíssimo. Ai esta o fato porque a honramos e veneramos como rainha e mãe protetora, pois ela se torna receptiva do plano de Deus que regenera todas as coisas. É a maternidade a sua grande honra, sua vocação. Tudo na Mariologia gira em torno da Teotokos – Maria é a Mãe de Deus. A Maternidade Divina é a fonte de todos os privilégios com os quais Deus a adornou – “Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram!” (Lc 11, 27). Louvando a Maria, o fiel honra nela o seu Filho Jesus autor e fonte de toda graça.