quarta-feira, fevereiro 02, 2011

DESPEDIDA DO PADRE BERNARDINO – 02 – 02 – 11



         Meus irmãos,

         E transcorria o ano da graça de Nosso Senhor Jesus Cristo de 2005. E apesar de ser um outubro, vivíamos entre chuvas e trovoadas, e então... Chegou à calmaria. Depois da tempestade vem a... Calmaria. Naquele dia 29 de outubro, ladeando o Sr. Arcebispo, entrava pelo átrio da nossa Igreja Matriz um pequenino padre para tomar posse como Administrador da nossa Paróquia. Pequenino na estatura, pois pelas informações que tínhamos na realidade não tinha nada de um pequenino padre, em quem colocávamos as nossas esperanças. Bem, não foram tempos assim tão calmos, ao contrário, foram de muito trabalho. E em toda nossa Paróquia, sem medo de errar, tem marcas da passagem do Pe Bernardino, e isto é que faz a diferença pois... Cinco anos e três meses que achamos tão pouco tempo entre nós, e é, queríamos muito mais, foram vividos intensamente. No entanto, um escritor (não lembro o nome) disse: “o tempo da permanência não importa. O que na verdade conta é o que deixamos quando partimos”. E o que fica conosco, Padre, é uma G R A N D E saudade. E só existe saudade quando quem vai deixa registro de amor nos corações de quem fica.

         Nossos corações que agora choram, pode parecer uma incoerência, também se sente feliz, pois o senhor não ficará longe, e além disso, terá uma afinidade com a nossa Paróquia. Ficamos torcendo em contar com a sua visita de vez em quando. Garanto também que o senhor não se livrará de nós: é mais um padre para visitar. “O nosso turismo consiste em visitar padres...”

Amizade é o sentimento mais bonito!
         Meus irmãos,

         Para haver amizade. é necessário dois seres; duas pessoas ou... Um Pároco e uma Paróquia... Um Pastor e um rebanho... Amizade é o sentimento mais bonito, e a conseqüência dela é a... Saudade! Nestes últimos três meses temos tido vários momentos de saudade, e nestes momentos, como agora, ficamos com a voz embargada, o nosso coração cala, e pede aos olhos que venha em seu socorro com a linguagem das... Lágrimas. Lágrimas, no entanto, com certeza secarão, dando lugar as lembranças guardadas novamente no coração.

         Padre,
         Temos certeza não o esqueceremos, mesmo que quiséssemos, e não queremos, pois apesar de acharmos cinco anos pouco tempo conosco, em cinco anos muito na nossa Paróquia fala do senhor. Deveria enumerar todo legado que o senhor nos deixa? Não será necessário, pois o senhor fez questão de estarmos juntos participando da sua construção. Falo principalmente do legado espiritual, mesmo ciente que o material é também importante para a construção e o fortalecimento da nossa fé. Mas quero registrar aqui, uma jóia que ganhei na primeira peregrinação à Aparecida, tenho como legado seu: “Confio em teu poder e em tua bondade. Em ti confio com filialidade. Confio cegamente em toda situação, Mãe, no teu Filho, e na tua proteção”. Esta veio se somar a outras que são herança da minha mãe, minhas avós, pequenas orações ensinadas desde minha tenra idade às quais recito diariamente.

         Sentimos este afastamento. Entretanto, família que somos em Cristo, para a família a distância não conta. Conta sim, o sentimento que nos une, que diminui a distância e faz com que a ausência se faça presença nos nossos corações. Ficaremos agradecidos a Deus pelo tempo em que convivemos, pelos ensinamentos que bebemos nesta fonte de águas cristalinas. Ficaremos aqui, com a esperança que teremos a sua visita sempre, pois esta Paróquia de Nossa Senhora da Vitória continuará sendo também a sua casa, já que aqui estão os seus irmãos.

         Que nesta nova caminhada o senhor encontre um campo fértil para que com seu jeito manso, um leve sorriso no rosto, entre “hum, huns e ai meu Deus”, possa replantar a sementeira enorme que tem dentro de si da Palavra de Deus, e em conseqüência contar com uma colheita grandiosa. Com a firmeza e coerência peculiar no senhor, que continue com a missão de ser luz e esperança para nós mesmo ao longe, e para seus novos paroquianos.


Deus lhe abençoe sempre.

Maria da Paixão 

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO: MISSA DE DESPEDIDA DO PÁROCO

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO: MISSA DE DESPEDIDA DO PÁROCO: "Padre Bernardino se despede da paróquia depois de 5 anos administrando, deixa a paróquia com dever muito bem cumprido,e foi muito além..."

MISSA DE DESPEDIDA DO PÁROCO







Padre Bernardino se despede da paróquia depois de 5 anos administrando, deixa a paróquia com dever muito bem cumprido,e foi muito além das expectativas da comunidade.