terça-feira, janeiro 12, 2010

PARÓQUIA JÁ SE PREPARA PARA FESTA DE NOSSO SENHOR DOS PASSOS


FESTA DE NOSSO SENHOR DOS PASSOS
27 E 28 DE FEVEREIRO DE 2010
PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA VITÓRIA
SÃO CRISTÓVÃO-SE
100 ANOS DE DIOCESE – ANO EUCARÍSTICO
Tema - “E o reconheceram ao partir o pão e partiram imediatamente” (Lc. 24,31.33).
Lema – “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mt 14,16).


PROGRAMAÇÃO:

Sábado (27 de fevereiro)
17h – Missa na Igreja do Carmo
19h – Missa Campal na Praça do Carmo
20h – Procissão de Penitência

Domingo (28 de fevereiro)
Missas:
Matriz: 06h e 10h
Igreja do Carmo: 07h, 08h30min, 10h30min, 12h
Igreja São Francisco: 08h
Igreja do Rosário: 09h
Igreja do Amparo: 11h

14h – Adoração ao Santíssimo Sacramento
Responsáveis:
Matriz – Grucic
Igreja do Carmo – Frades Carmelitas
Igreja São Francisco – Ordem Franciscana Secular
Igreja do Rosário – Legião de Maria
Igreja do Amparo – Equipes de Liturgia do Sábado
16h – Procissão do Encontro
17h – Missa de encerramento (Praça do Carmo)

Confissões: Matriz e Igreja do Carmo

segunda-feira, janeiro 04, 2010

PAROQUIANOS NA POSSE DE PADRE VÁGNER


Pe. Vágner conviveu em nossa paróquia por 11 meses, e conquistou o coração de todos os paroquianos, seu jeito simples, carinhoso, atencioso em todos os momentos, cativou todos nós, coroinhas, ministros,franciscanos,carismaticos,legionários,jufristas, casais, crianças, idosos, jovens, enfim todos.
Felizes,  mais saudosos, fomos a Arei Branca prestigiar a posse na sua 1ª paróquia, que Deus ilumine Pe. Vágner na sua caminhada paróquial como pastor do rebanho de Arei Branca da Paroquia São João Batista.

domingo, janeiro 03, 2010

Epifania : A manifestação do Senhor

Epifania significa "manifestação". Jesus se dá a conhecer. Embora Jesus tenha aparecido em diferentes momentos a diferentes pessoas, a Igreja celebra como Epifanias três eventos:
Epifania aos Reis Magos (Mt 2, 1-12)
Epifania a São João Batista no  Jordão
Epifania a seus discípulos e começo de Sua vida pública com o milagre em Caná.
A Epifania que mais celebramos no Natal é a primeira.

A festa da Epifania tem sua origem na Igreja do Oriente. Diferentemente da Europa, no dia 6 de janeiro tanto no Egito como na Arábia se celebra o solstício, festejando o sol vitorioso com evocações míticas muito antigas. Epifanio explica que os pagãos celebravam o solstício invernal e o aumento da luz aos treze dias desta mudança; nos diz também que os pagãos faziam uma festa significativa e suntuosa no templo de Coré. Cosme de Jerusalém conta que os pagãos celebravam uma festa muito antes dos cristãos com ritos  noturnos nos quais gritavam: "a virgem deu à luz, a luz cresce".
Entre os anos 120 e 140 dC os gnósticos trataram de cristianizar estes festejos celebrando o batismo de Jesus. Seguindo a crença gnóstica, os cristãos de Basílides celebravam a Encarnação do Verbo na humanidade de Jesus quando foi batizado. Epifanio trata de dar-lhes um sentido cristão ao dizer que Cristo demonstra assim ser a verdadeira luz e os cristãos celebram seu nascimento.
Até o século IV a Igreja começou a celebrar neste dia a Epifania do Senhor. Assim como a festa de Natal no ocidente, a Epifania nasce contemporaneamente no Oriente como resposta da Igreja à celebração solar pagã que tentam substituir. Assim se explica que a Epifania no oriente se chama: Hagia phota, quer dizer, a santa luz.
Esta festa nascida no Oriente já era celebrada na Gália a meados do séc. IV onde se encontram vestígios de ter sido uma grande festa para o ano 361 dC. A celebração desta festa é um pouco posterior à do Natal.
Os Reis Magos
Enquanto no Oriente a Epifania é a festa da Encarnação, no Ocidente se celebra com esta festa a revelação de Jesus ao mundo pagão, a verdadeira Epifania. A celebração gira em torno à adoração à qual foi sujeito o Menino Jesus por parte dos três (Mt 2 1-12) como símbolo do reconhecimento do mundo pagão de que Cristo é o salvador de toda a humanidade.
De acordo com a tradição da Igreja do século I, estes magos são como homens poderosos e sábios, possivelmente reis de nações ao leste do Mediterrâneo, homens que por sua cultura e espiritualidade cultivavam seu conhecimento do homem e da natureza esforçando-se especialmente para manter um contato com Deus. Da  passagem bíblica sabemos que são magos, que vieram do Oriente e que como presente trouxeram incenso, ouro e mirra; da tradição dos primeiros séculos nos diz que foram três reis sábios: Belchior, Gaspar e Baltazar. Até o ano de 474 d.C seus restos estiveram na Constantinopla, a capital cristã mais importante no Oriente; em seguida foram trasladados para a catedral de Milão (Itália) e em 1164 foram trasladados para  a cidade de Colônia (Alemanha), onde permanecem até nossos dias.
Trazer presentes às crianças no dia 6 de janeiro corresponde à comemoração da generosidade que estes magos tiveram ao adorar o Menino Jesus e trazer-lhe presentes levando em conta que "o que fizerdes a cada um destes pequenos, a mim o fazeis" (Mt. 25, 40); às crianças fazendo-lhes viver formosa e delicadamente a fantasia do acontecimento e aos adultos como mostra de amor e fé a Cristo recém nascido.

sexta-feira, janeiro 01, 2010

Ano Novo!!!


Nossa cidade está completando 420 anos, 1º de janeiro de 1590 foi dia da sua fundação,
e hoje na frente da igreja matris nosso pároco Padre José Bernardino celebra a Santa Missa pelos 420 anos da cidade, às 19 horas.