quarta-feira, julho 22, 2009

Pensamento:"É só isso que temos"

Certa criança gostava de ir à igreja várias vezes durante a semana. Sua maior felicidade era estar presente nas Missas. Era assídua aos domingos, porém uma coisa lhe entristecia o coração: Na hora do ofertório, ela observava todos que estavam a sua frente se dirigirem à cesta onde lá depositavam alguma coisa, só não sabia o quê, contudo, abria suas delicadas mãos e percebia que nada tinha para ofertar ao Senhor. Isso se repetiu inúmeras vezes. Incomodada com os repetidos episódios, certa vez saiu a caminhar no campo logo pela manhã. Passou longas horas selecionando e catando pedrinhas... Eram consideradas por ela as mais perfeitas. Ao chegar em casa, sua mãe perguntou:

- Onde você estava minha filha?

- Estava procurando um presente para Deus! Disse a menina com entusiasmo.

Já na Missa, a menina estava radiante de alegria e, quando percebeu que todos se dirigiam ao ofertório, humildemente abriu suas delicadas mãos e nelas havia duas pedrinhas brancas e redondas e pensou: “É só isso que tenho Senhor, mas te dou com muito amor!”

Para aquela menina, aquelas pedras que ofertara não eram simples e somente isto, valia muito mais, pois ao Senhor ofertou o seu melhor.

Com esta breve história podemos perceber que o mais importante não é a quantidade, mas a qualidade com que se é dado. Quer sejam “dois peixes ou cinco pães”, se entregamos a Deus com muito amor, Ele multiplicará.



Por Eriosvaldo França