segunda-feira, junho 29, 2009

ORAÇÃO PÓS COMUNHÃO

ALMA DE CRISTO
Alma de Cristo santificai-me;
Corpo de Cristo Salvai-me;
Sangue de Cristo,Inebrai-me;
Água do lado de Cristo,lavai-me;
Paixão de Cristo,confortai-me;
O bom Jesus,ouvi-me;
Dentro de vossas chagas, escondei-me;
Não permitas que me separe de vós;
Do espírito maligno, defendei-me;
Na hora da morte,chamai-me e mandai-me;
ir para vós, para que com vossos Santos
vos louve por todos os séculos dos séculos.
Amém.

domingo, junho 28, 2009

Encerramento do ANO PAULINO


Com encerramento do ANO PAULINO, hoje foi celebrada Missa Solene e envio da Imagem de São Paulo, para a Igreja do Amparo que agora terá no Altar esquerdo de quem entra, a Imagem que perigrinou na nossa comunidade.

domingo, junho 21, 2009

São Paulo!!!


São Paulo é um comunicador por excelência. Ele rompe o círculo vicioso da pregação religiosa de seu tempo, em que os sacerdotes não saiam dos templos. Ele saiu para ir onde o povo estava. Por esta razão, o papa Paulo VI disse certa vez que, se São Paulo vivesse hoje, certamente seria jornalista. Dentro dessa perspectiva é preciso ler sua obra como uma reportagem que nos relata a grandeza de Deus, assim como o grande amor do gesto redentor de Cristo.

quinta-feira, junho 18, 2009

ANO SACERDOTAL



O Papa Bento XVI, durante a audiência concedida aos participantes da Plenária da Congregação para o Clero, quinta-feira, 16 de março, convocou um Ano Sacerdotal, por ocasião do 150º aniversário da morte do Santo Cura de Ars, a quem proclamará como padroeiro de todos os sacerdotes do mundo. A abertura do Ano Jubilar Sacerdotal será no próximo mês de junho, dia 19, festa do Sagrado Coração de Jesus, dia de oração pela santificação do Clero. O encerramento do ano será no Encontro Mundial Sacerdotal, na praça de São Pedro, em Roma, em junho de 2010.

Com o tema: “Fidelidade de Cristo, fidelidade do sacerdote”, o Papa quer promover a espiritualidade sacerdotal e ajudar os sacerdotes a perceber cada vez mais a importância do seu papel e de sua missão na Igreja e na sociedade contemporânea.

APOSTOLADO DA ORAÇÃO



A devoção ao Coração de Jesus existe desde os primeiros tempos da Igreja, desde que se meditava no lado e no Coração aberto de Jesus, de onde saiu sangue e água. Desse Coração nasceu a Igreja e por esse Coração foram abertas as portas do Céu.

O tríduo de preparação para a Festa do Coração de Jesus está sendo realizado na Igreja do Rosário desde o dia 16 até o dia 18 de junho e no dia 19 de junho sairá em procissão da Igreja do Rosário as 18:30 para a Igreja do Amparo onde será realisada Missa Solene da Festa do Coração de Jesus.

domingo, junho 14, 2009

Ano Paulino - Imagem de São Paulo.



Depois de visitar as comunidades da Paróquia a Imagem de São Paulo, virá para a visita as igrejas históricas.
Começando dia:
16 a 18 de junho na Igreja do Rosário,
19 a 21 na Igreja do Amparo,
22 a 24 no Convento do Carmo
e de 25 a 28 na Igreja do São Francisco,
encerrando assim a visita da Imagem na nossa Paróquia e o encerramento do ano Paulino, com uma grandiosa celebração solene na Igreja do Convento de São Francisco(Matriz provisória da Paróquia), as 10 horas da manhã do dia 28 de junho.

Santo Antônio


Santo Antonio prega aos peixes. Reza a lenda que estando a pregar aos hereges em Rimini, estes não o quiseram escutar e viraram-lhe as costas. Sem desanimar, Santo Antônio vai até à beira da água, onde o rio conflui com o mar, e chama os peixes a escutá-lo, já que os homens não o querem ouvir. Dá-se então o milagre: multidões de peixes aproximam-se com a cabeça fora de água em atitude de escuta. Os hereges ficaram tão impressionados que logo se converteram. Este milagre encontra-se citado por diversos autores, tendo sido mesmo objeto de um sermão do Padre Antônio Vieira que é considerado uma das obras-primas da literatura portuguesa.

Santo Antônio livra o pai da forca. Tinha havido um crime de morte em Portugal, onde nascera Santo Antônio. Todas as suspeitas do crime recaíam sobre o pai do santo.
Chegou o dia do julgamento. Os juízes estavam reunidos para proferir a sentença condenatória. Assentado ali no banco dos réus, seu pai não podia se defender.
Nesse momento Santo Antônio estava fazendo um sermão numa igreja da Itália. Conta-se que, em dado instante, ele interrompeu o sermão e ficou imóvel, como se estivesse dormindo em pé. Durante esse mesmo tempo foi visto na sala do júri, em Portugal, conversando com os juizes. Entre outras coisas, disse-Ihes o santo: Por que tanta precipitação? Posso provar a inocência do meu pai. Venham comigo até o cemitério.
Aceitaram o convite. Frei Antônio mandou abrir a cova do homem assassinado e perguntou ao defunto: "Meu irmão, diga perante todos, se foi meu pai quem matou você".
Para espanto dos juízes e de todos que ali estavam, o defunto abriu a boca e disse devagar, como se estivesse medindo as palavras:
"Não foi Martinho de Bulhões quem me matou". E tornou a calar-se. Estava provada de maneira milagrosa a inocência do seu pai. Mais uma vez a verdade triunfou sobre a mentira e a calúnia.
Operou-se aí dois fatos milagrosos, a bilocação, ou ato de uma pessoa estar (por milagre) em dois locais ao mesmo tempo, e o poder de reanimar os mortos.

Com o Menino Jesus nos braços: Outro milagre, também reportado na crônica do Santo, ocorre já no fim da sua vida e foi contado pelo conde Tiso aos confrades de Santo Antônio após sua morte. Estando o Santo em casa do conde Tiso, em Camposampiero, recolhido num quarto em oração, o conde, curioso, espreita pelas frinchas de uma porta a atitude de Frei Antônio; depara-se então uma cena miraculosa: a Virgem Maria entrega o Menino Jesus nos braços de Santo Antônio. O menino tendo os bracinhos enlaçados ao redor do pescoço do frade conversava com ele amigavelmente, arrebatando-o em doce contemplação. Sentindo-se observado, faz conde Tiso jurar que só contaria o visto após a sua morte.

sexta-feira, junho 12, 2009

REPORTAGEM DE CORPUS CHRIST - TV SERGIPE(FILIADA A REDE GLOBO)

IMAGEM DA REPORTAGEM DA TV SERGIPE SOBRE CORPUS CHRISTI 2009 EM SÃO CRISTÓVÃO, E A CONFECÇÃO DOS TAPETES PARA PROCISSÃO.
QUE CONTOU COM O APOIO DAS PASTORAIS: DA COMUNICAÇÃO, LITÚRGICA, DOS COROINHAS,DO CRISMA E DA PESERVERANÇA E DAS IRMÃS MISSIONARIAS FRANCISCANA. video

Campanha em favor dos atingidos pelas chuvas

Com a finalidade de ajudar as comunidades atingidas pelas fortes chuvas que caíram em Sergipe, a Arquidiocese de Aracaju iniciou oficialmente na manhã de hoje (04) a campanha para a arrecadação de donativos.
Nossa Paróquia irá contribuir, traga seu donativo.

REUNIÃO MENSAL - PASTORAL LITÚRGICA

REUNIÃO TODO O TERCEIRO DOMINGO DE CADA MÊS

Oração da Equipe de Liturgia

Divino Espírito Santo,
iluminai as nossas mentes,
transformai os nossos corações!
Que este estudo nos ajude a
mergulhar no mistério da fé
e da vida celebrada em comunidade.
Dai-nos força e coragem,
sabedoria e criatividade.
Queremos organizar uma
Pastoral Litúrgica dinâmica,
a fim de que todo o vosso povo
participe da liturgia
de maneira mais plena,
ativa e consciente.
Amém

quarta-feira, junho 10, 2009

Corpus Christi


Nesta quinta-feira, 11, a Igreja Católica, em todo o mundo, comemora o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”.
A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia - o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.
Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.
"O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente" (Jo 6, 55 - 59).
Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.

domingo, junho 07, 2009

SANTISSIMA TRINDADE(“o mistério da Santíssima Trindade é o mistério central da fé e da vida cristã, portanto, a fonte de todos os outros mistério



«Ide e ensinai todas as nações,baptizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo» (Mt 28, 19)

O evangelista não tenta comentar. Nos anos 80-90, em que o texto aparece, os cristãos já ouviram falar do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

A Igreja ensinou sempre que a Santíssima Trindade é mistério. Os próprios Apóstolos o sentiram. Tinham sido chamados por Jesus, tinham visto nEle o Messias; tinham ficado desorientados quando Ele morre na cruz, a ressurreição restitui-lhes a confiança e a alegria. Mas, afinal, quem é Ele, que relação tem com Deus?

As primeiras pregações de S. Pedro são muito timoratas: Jesus de Nazaré foi um homem acreditado por Deus com milagres e sinais; os judeus mataram-no; mas Deus ressuscitou-o, pois não era possível que o Príncipe da Vida ficasse sob o domínio da morte; recebeu do Pai o Espírito Santo e derramou-o sobre os discípulos; estabelecido por Deus como Senhor e Messias, por Ele nos vem o perdão dos pecados; voltará do Céu para o Juízo Final. (Cf. Act 2,14-36; 3,12-26).

Mas Pedro e os outros discípulos sentem que aquela primeira apresentação de Jesus é demasiado pobre. Recordam-se de muitas coisas que Ele tinha dito e, na altura, permaneceram para eles como enigmas. “Quem amar o pai ou a mãe mais do que a mim, não é digno de mim.”(Mat 10,39). “Tudo me foi entregue por meu Pai; e ninguém conhece o Filho senão o Pai, como ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.” (Mat 11,27). “Eu digo-vos que está aqui quem é maior que o Templo. O Filho do Homem até do sábado é Senhor.”(Mat 12,6-8). “Porque o Filho do Homem há-de vir na glória de seu Pai, e então retribuirá a cada um.”(Mat 16,27).“Quando o Filho do Homem vier na sua glória, acompanhado pelos seus anjos, sentar-se-á no seu trono de glória.”(Mat 25,31). “Vereis um dia o Filho do Homem sentado à direita do Todo-Poderoso e vindo sobre as nuvens do céu.” (Mat 26,64). “Quem beber da água que Eu lhe der, nunca mais terá sede: a água que Eu lhe der tornar-se-á nele em fonte de água para a vida eterna.”(Jo 4,14). “Antes de Abraão existir, Eu sou.”(Jo 8,32). “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.”(Jo 9,5;10,10). “Eu e o Pai somos um.”(Jo 10,30). “Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, e que Eu vos hei-de enviar da parte do Pai, Ele dará testemunho a meu favor.”(Jo 15,26).

Por volta do ano 50, S. Paulo envia cartas às comunidades que tinha criado. Quase sempre, começa assim: “a graça e a paz vos sejam dadas por parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.”(II Tess 1,2; I Cor 1,3; Gal 1,3; Fil 1, 2). Mais adiante, diz aos Filipenses: “Ele, que é de condição divina, não considerou como uma usurpação ser igual a Deus; no entanto, esvaziou-se a si mesmo, tomando a condição de servo, (...) obediente até à morte, e morte de cruz.”(Fil 2,6-8). A II Epístola aos Coríntios termina assim: “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós.” (II Cor 13,13)

Pelos séculos adiante, os teólogos e a autoridade da Igreja tentaram cingir um pouco mais o mistério. O Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus. Mas não são três deuses, Deus é um só. Também não é correcto dizer que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são três maneiras diferentes de Deus agir e se revelar (atenção, catequistas!). O Filho fala com o Pai e o Pai apresenta o Filho aos discípulos (Mat 3,17; Marc 1,11; Luc 3,22; Jo 1,33; Mat 17,5; Luc 9,35). O Espírito Santo conduz Jesus para o deserto. (Mat 4,1). O Pai e Jesus enviam o Espírito Santo. (Jo 14,15-15,27).